//
você está lendo...
Notícias

Saiba como foram os primeiros encontros do curso “Amigos de Januária”

O curso de jornalismo cidadão “Amigos de Januária” começou com tudo no último fim de semana! Catorze jovens se reuniram no sábado (03/09) e domingo (04/09) para começar sua experiência como repórteres cidadãos de Januária.

No primeiro dia, a aula começou com uma discussão sobre o que é jornalismo cidadão e sua importância para aumentar a circulação e as fontes de informações em uma região ou comunidade. Fábio Oliva, jornalista experiente e um dos realizadores do projeto, enfatizou que com acesso a mais informações, as pessoas podem tomar decisões conscientes sobre os temas as afetam.

Houve uma dinâmica de pesquisa na internet e os participantes discutiram sobre o tipo de notícia sobre Januária que se encontra nos meios de comunicação nacionais e o caráter das empresas de comunicação. A partir daí, foram levantadas algumas questões:

  • O que é notícia?
  • Quem determina o que é ou não é notícia?
  • Onde encontrar a notícia?
  • Como escrever uma notícia?

Para responder a essas perguntas, os formadores falaram sobre fundamentos básicos do jornalismo, como: o compromisso com o interesse público e a verdade; seleção de um tema (recorte da realidade) e estrutura do texto jornalístico.

Cartaz com resumo dos temas abordados em notícias sobre Januária encontradas em pesquisa pela internet

Finalmente, os participantes contaram suas experiências com blogs e criaram suas contas no WordPress para poderem colaborar com o blog “Amigos de Januária”.

Mão na massa!

No domingo (04/09) às 8h da manhã os 14 repórteres se juntaram novamente na Escola Olegário Maciel para seguir começar a pôr a mão na massa! Inicialmente houve uma conversa sobre apuração, ou pesquisa jornalística, e os formadores deram dicas sobre como se fazer uma entrevista.

Em seguida os participantes foram divididos em três grupos e se organizaram para um trabalho de campo no qual deveriam buscar temas de notícias no centro de Januária. Eles deveriam fotografar situações que lhes chamassem a atenção no caminho e entrevistar pessoas que encontrassem.

Por cerca de uma hora, os grupos percorreram diferentes regiões do centro da cidade, passando por praças, mercados e pelo hospital e registrando o que viam. Veja alguns dos registros feitos pelos grupos:

Lixo acumulado nas ruas da região central de Januária

Cachorro abandonado

Semáforo com defeito em cruzamento importante do centro de Januária

Ao final foi feita uma reunião na qual os grupos compartilharam com o coletivo o que encontraram de interessante. A partir das pautas (os temas!) levantadas, cada participante escolheu uma para desenvolver e escrever uma matéria durante a semana.

Não perca na próxima semana os primeiros textos dos repórter cidadãos de Januária!

About these ads

Discussão

5 comentários sobre “Saiba como foram os primeiros encontros do curso “Amigos de Januária”

  1. Muito bom – começaram com o pé direito! Que venham os novos blogueiros!

    Avante, Junuária!

    Abraços
    Paula

    Publicado por Paula Góes | setembro 6, 2011, 4:20 pm
  2. Parabéns pela iniciativa. Como Januarense que a muitos anos sai desta boa terra, torço muito para que este movimento se torne um pivô de uma revolução sócio-cultural, e que traga Januária novamente para o cenário das boas noticias.

    “Não existem países subdesenvolvidos. Existem países sub administrados”
    Peter Drucker

    Abraço
    Daniel Carvalho

    Publicado por Daniel Carvalho Brito | setembro 9, 2011, 3:04 am
  3. Parabéns pela iniciativa. Como Januarense que a muitos anos sai desta boa terra, torço muito para que este movimento se torne um pivô de uma revolução sócio-cultural, e que traga Januária novamente para o cenário das boas noticias.

    “Não existem países subdesenvolvidos. Existem países sub administrados”
    Peter Drucker

    Abraço
    Daniel Carvalho Brito

    Publicado por Daniel Carvalho Brito | setembro 9, 2011, 3:05 am
  4. Amanda, Jamila e Fabio, meus sinceros parabéns pelo que vi até agora! Estou bastante orgulhoso das meninas que conheço e ansioso para ver os resultados, a curto e longo prazo, do trabalho de vocês. Como torce o Daniel, quem sabe o projeto não vire um pivô de algo maior? (também estou na torcida)

    Imagino que os estudantes tiraram várias fotos. Onde eles estão colocando? Se alguns deles já usam algo como flickr ou picasa, talvez vocês poderia sugerir uma tag (e informem para quem está acompanhando também).

    Lendo o artigo na Wikipédia em português sobre a cidade e procurando no Commons, percebi que falta muito conteúdo.

    Os alunos editarem o artigo sobre a cidade deles pode tirar o foco dos objetivos do curso e perderiam muito tempo com isso, mas talvez colocar mídias livres no Commons para outros wikipedistas melhorarem o artigo da cidade deles pode ser uma boa.

    Sonhando um pouco mais, quem sabe não teremos num futuro não muito distante uma página no Wikitravel (site fundamental para todo viajante!) para divulgar pontos turísticos de Januária? Bom, segundo a Wikipédia, “O município possui sítio arqueológico (arte rupestre brasileira) de interesse histórico e turístico!” :)

    Aos alunos, aproveitem o curso o máximo possível!

    Abrações!

    Publicado por Tom | setembro 12, 2011, 5:21 am
  5. acho essa iniciativa incrível,Januaria precisa de mais pessoas visando o bem comum.PARABENS AOS REPORTERES CIDADÃOS!!!!!!!!!!!!!!!

    Publicado por FARLEY | outubro 2, 2011, 8:04 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Realização

Amigos de Januária

Apoio

TRANSLATOR

Junte-se a 1.515 outros seguidores

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.515 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: