//
você está lendo...
Fotos, Imprensa, Textos

Aguardente de Januária: uma riqueza que merece atenção

Aguardente de Januária: Algumas marcas da cidade

A aguardente em Januária é considerada uma das melhores de Minas e do Brasil e possui boa aceitação por parte dos clientes. Em contrapartida ainda não se fixou no mercado comercial como uma marca expressiva, “Cachaça de Januária”. Acontece que atualmente vemos produtores rurais trabalhando individualmente com pequenas produções ao lado de grandes engarrafadoras da cidade e sem o apoio efetivo da administração pública e de uma associação municipal de produtores de cachaça, que não existe.

DECADÊNCIA

Carroça - Usada para transportar a cana.

 

Desde meados do século 20, Januária já era conhecida pela fama da qualidade de sua aguardente. O Rio São Francisco que na época permitia a navegação fez da cidade um importante porto comercial e ajudou no transporte da bebida para o escoamento pelo país. Mas segundo a revista Globo Rural, na edição de outubro de 2001, o auge da cachaça em Januária durou apenas até metade da década de 60. “A cidade era famosa pela cachaça e hoje não é mais, é reflexo da decadência que se instaurou há tempos”, disse Lícia Carneiro, Sócia-Gerente da Casa Claudionor Carneiro Ltda.

Alguns motivos são apontados na revista como causadores da decadência da cachaça na cidade, como o lucro tentador da época que estimulou a ganância de comerciantes passando a produzir bebidas de baixa qualidade e falsificações e/ou industrializações de outros estados.

O atual Secretário Municipal de Agricultura e Abastecimento, Sílvio Gonçalves Moreira, lembrou ainda que: “A inadimplência do município antigamente, fez perder credibilidade e nome do município no mercado, houve perdas inclusive na mídia”.

INICIATIVAS

Outdoor que ressalta as riquezas da cidade

Como uma das iniciativas para resgatar a imagem da cachaça em Januária, próximo à rodoviária, foi posicionado um outdoor que ressalta as riquezas da cidade, entre elas a cachaça, a frase “Terra da Cachaça” seguida da imagem da Aguardente Claudionor pode ser lida por todos.

Sobre o intuito do outdoor, Moreira disse: “Divulgar algo que Januária produz. Trazer a tona os produtos bons. Pois faltou divulgação, sentido de mostrar produtos. Tem que divulgar. Resgatar a tradição”. Quanto à escolha da marca Claudionor colocado no outdoor, ele falou: “Além de ser das antigas, é tradicional, mantém a qualidade. Vencedora de prêmios. Até nos concursos ela se mantém bem, porque não usá-la?”.

Lícia ressalta que outra medida interessante para retomar a importância do produto januarense seria o desenvolvimento por parte da prefeitura de uma feira da cachaça.

ASSOCIAÇÃO

Brejo do Amparo, um distrito de Januária.

No Brejo do Amparo, um distrito de Januária, onde as características do lugar como clima quente na maior parte do ano, solo úmido e grande quantidade de fertilizantes naturais, mostra-se propício para a produção de cana-de-açúcar, principal matéria prima da aguardente. Todos esses fatores permitem que a cachaça tenha um sabor característico da região, além de serem fatores decisivos para a presença da grande maioria dos produtores de cachaça, cada um com seu jeito particular na produção da aguardente artesanal.

Mesmo com essas particularidades regionais, estes produtores se deparam com algumas dificuldades na comercialização. João Batista Pimenta Lopes, produtor de cachaça há 35 anos, contou um pouco sobre sua realidade. “Não conseguimos comercializar. Mercado competitivo. Buscar o mercado e produzir grande quantidade é difícil”, disse ele.

Lopes acredita que uma solução para o problema de comercialização seria a reunião dos produtores em uma associação. “Seria uma forma de criar para comercializar a cachaça. Penso que reuni produtores e reuni forças para melhor vender o produto”. Ele contou também que: “Os produtores rurais não têm a cultura de trabalhar em grupo”.

A ideia de criar uma associação também é vista com bons olhos pelos engarrafadores. “Seria bom. Trabalhar unido tem mais força para conquistar o mercado. Januária se transformaria em pólo e seria bom para todos. Resgatar a cidade como pólo da cachaça”, diz Ursula Marinho Carneiro, também Sócia-Gerente da engarrafadora Claudionor.

O Secretário Moreira, também concorda: “Está precisando já. É benéfico. Deveria ter. Ponto de Apoio”. Quanto à participação da prefeitura na criação de uma Associação, falou: “Toda a orientação. Isso poderíamos oferecer, pois temos condições e pessoas disponíveis. Os produtores devem se unir e procurar a prefeitura”.

COOPERATIVA

Cooperativa dos Produtores de Cana-de-Açúcar e Derivados Ltda - Brejo do Amparo

Cooperativa dos Produtores de Cana-de-Açúcar e Derivados Ltda.

Por volta de 2001, houve a tentativa de reunir um grupo de produtores de aguardente. Cerca de 30 produtores do distrito de Brejo do Amparo em Januária, com o interesse de reestruturar a cachaça e lançar uma marca permanente no mercado, uniram-se para criar a Cooperativa dos Produtores de Cana-de-Açúcar e Derivados Ltda.

Cada cooperado entrega aproximadamente 50 toneladas de cana-de-açúcar para processamento na sede da cooperativa,35 litrosda aguardente são devolvidos in natura a cada membro para venda, o restante é engarrafado, recebe o nome da marca “Princesa Januária” e é negociado no mercado.

Hoje em dia a cooperativa não funciona com toda a sua capacidade, havendo inclusive pequenos períodos que se mantém fechada, sem produzir. Segundo o atual presidente da instituição, José Luiz Nunes de Carvalho: “Engarrafar é fácil, o difícil é vender”. Comentou ainda que a criação da cooperativa foi bem pensada, mas esperava receber ajuda de órgãos públicos no decorrer de seu desenvolvimento, o que não aconteceu.

A Cooperativa está instalada próximo da estrada de ligação entre Januária e Brejo do Amparo, conta hoje com 28 membros e não aceita novos associados. Seus produtores creditaram ao projeto a esperança de reerguer seu espaço no mercado do país, o que se torna cada vez mais difícil.

ENGARRAFADORAS

Aguardente Claudionor - Engarrafada pela Casa Claudionor Carneiro Ltda

As engarrafadoras são empresas particulares, responsáveis por comprar a cachaça dos produtores, engarrafar, rotular, distribuir e vender no mercado comercial. Elas começaram a surgir por volta de 1925 em Januária, muitas infelizmente já não existem mais, outras, entretanto conseguiram se fixar no mercado e fortalecer sua marca tornando-se conhecidas nacionalmente, como é o caso da Aguardente Claudionor, ocupante do 3º Lugar do ranking Playboy da Cachaça de 2011.

A cachaça Claudionor é estandardizada (compram de um alambique de confiança e engarrafam), vendida em vários estados do Brasil, se mantém no mercado entre as melhores aguardentes graças “ao zelo em manter a qualidade do produto, o mercado mineiro é o mais concorrido”, pontuou Ursula. Ela lembrou ainda que se manter no mercado competitivo não é tarefa fácil, é preciso estar regularizado e pagar todos os tributos, além produzir uma aguardente com qualidade.

Veja mais algumas imagens sobre a matéria:

Algumas marcas famosas de Aguardente.

Algumas marcas de Aguardente

About these ads

Discussão

4 comentários sobre “Aguardente de Januária: uma riqueza que merece atenção

  1. Parabêns pela iniciativa e matéria.
    Estamos precisando mesmo de pessoas idealistas e de atitude para melhor representar o nome da nossa cidade. É preciso resgatar o orgulho de ser “JANUARENSE”.

    Publicado por Úrsula Marinho Carneiro | novembro 7, 2011, 5:29 pm
  2. Parabéns!!!!!!!
    Estou fazendo uma pesquisa a respeito da cahcaça januária e até o momento, posso dizer que é isso que falta para alavancarmos a nossa cachaça ao patamar que ela merece, marketing, divulgação e valorização da cultura, além de apoio técnico aos produtores. Estou precisando de algumas informações de como funciona a cooperativa do brejo do Amparo, se poder me passa por e-mail, desde já agradeço e mais uma vez parabenizo por este belo trabalho.

    Publicado por Érica Lisboa | dezembro 5, 2011, 1:10 am
  3. Parabéns por continuar a história. Isso que é cultura!
    Sucesso!!
    Kleber Rodrigues Pereira

    Publicado por Eliene Novais Silva Pereira | janeiro 15, 2013, 6:40 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Realização

Amigos de Januária

Apoio

TRANSLATOR

Junte-se a 1.515 outros seguidores

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.515 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: